Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Sacerdote mexicano produz curtas para combater violência

A violência do crime organizado que assola o México motivou um sacerdote a escrever e produzir uma série de curtas-metragens com o objetivo de recuperar os valores de uma sociedade ferida e humanizar os traficantes. A série batizada como ‘Irmão traficante..., poderias perdoá-lo?’, terá 12 capítulos que serão apresentados uma vez ao mês.
Trata-se de curtas-metragens dramáticos que narram histórias verdadeiras de vítimas e algozes do narcotráfico, buscando transformar o coração dos delinqüentes, mas sobretudo, chegar ao coração de quem sofre as consequências deste flagelo. O primeiro curta, de 8 minutos, foi apresentado no último domingo ao final da Missa celebrada ao meio-dia na Catedral da Cidade do México. O curta também pode ser visto no youtube, onde já teve mais de 32 mil acessos, e no site do Centro Católico Multimedial (CCM).
O projeto, que tem a participação de estudantes de comunicação, quer “evitar o derramamento de mais sangue entre irmãos”, em um país onde mais de 70 mil pessoas perderam a vida nos últimos seis anos, devido a conflitos vinculados aos cartéis da droga”.
O responsável pelo projeto, Pe. Omar Sotelo Aguilar, declarou à Agência EFE, que apesar de ter recebido o aval da igreja mexicana desenvolveu a idéia de forma independente, como “dever de cidadão”, procurando, a seu modo, ajudar a dar um “basta às injustiças, ao rancor e às vinganças”.
O Diretor do Centro Católico Multimedial (CCM) explicou que o objetivo do projeto é “colocar nosso grão de areia e contribuir na reparação de uma sociedade que foi gravemente ferida pela onda de violência.
Para a representante da ONG ‘Pare o Sequestro’, Isabel Miranda de Wallace, “é muito difícil que a sociedade possa perdoar criminosos e àqueles que não cumpriram com seu dever de fazer valer a justiça”.

RV via News.va

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.