Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Sul-africano afirma ser reencarnação de Jesus

Um homem sul-africano afirma ser a reencarnação de Jesus Cristo. “Eu nunca vou morrer, Deus me deu essa graça”, afirma Moses Hlongwane. Ele já tem doze discípulos que dão dinheiro para que possa espalhar suas mensagens pelo mundo.
Moses afirma que, assim como Jesus, ele passou um tempo no deserto, onde lutou contra o diabo e foi ressuscitado como o Filho de Deus. “Estou nessa sala desde 1992 e passei 22 anos lutando contra o diabo e venci. Eu nunca verei a morte e agora estou me preparando para a abertura dos túmulos, a cura dos cegos e dos aleijados”, diz ele.
Um de seus seguidores, um aposentado de 84 anos afirma que dá toda a sua pensão a Moses como uma forma de “sacrifício para sua alma”. Além dele, seus discípulos querem que Moses seja conhecido “como o legítimo Jesus Cristo”.
Há cerca de duas semanas, um homem australiano também foi à mídia “reinvindicar” o título de reencarnação de Jesus. Alan John Miller afirma ter lembranças da sua “vida” pregressa como a crucificação, milagres que teria feito e a ressurreição.
O representante brasileiro das supostas reencarnações de Jesus é Inri Cristo, fundador da Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade (SOUST). Ele tem nove livros publicados e dezesseis discípulos que moram com ele na sede da SOUST, em Brasília.
O pastor e teólogo David Millikan alerta para os efeitos negativos que tais movimentos podem trazer para seus seguidores. “O perigo é que você é atraído para cada vez mais perto do centro da teia até o ponto em que perderá o acesso à sua vida social, irá gastar todo seu dinheiro, os problemas familiares só aumentarão e você poderá perder seus relacionamentos”, observa.

CP

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.