Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Visita do papa Francisco pode unir católicos contra "avanço evangélico"

Especialistas dizem que Igreja católica enfrenta desafios por causa do relativismo e o sucesso do pentecostalismo.
Este mês ocorrerá a aguardada visita do papa Francisco ao Brasil. Ele participará da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. Entre os especialistas há o consenso que a Igreja Católica do Brasil (e de toda a América Latina) enfrenta sérios desafios que estão resultando na constante perda de fieis.
As lideranças católicas precisam tentar oferecer respostas às necessidades do povo, como o combate à pobreza e o debate sobre questões sociais que surgiram com força na política, como a legalização do aborto e do casamento gay. Um grande desafio é o catolicismo deixar de ser uma religião “declarativa” e possa voltar a ver um compromisso real de seus fiéis com o que ela ensina.
O padre Pedro Gilberto Gomes, professor na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Rio Grande do Sul, explica: “Quando você é apenas declarativo, você pode mudar de religião de acordo com o momento em que está vivendo, em busca de respostas mais rápidas e concretas”.
Numa análise teológica, o professor Francisco Borba, coordenador do Núcleo Fé e Cultura da PUC-SP, credita o sucesso dos evangélicos pentecostais porque conseguiram criar uma “ponte entre o místico e o material” de um modo mais direto e concreto que a Igreja Católica. “Para a Igreja Católica, o que muda a sociedade é o comportamento dos cristãos, a mudança não vem de Deus”, explica.
Ele diz que no Brasil ainda é forte na Igreja Católica o chamado “cristianismo popular”. Embora tenha como figura principal Jesus Cristo, essa variação do cristianismo é marcada pelo desconhecimento dos ensinamentos do magistério romano e uma série de sincretismos, uma vez que no Brasil há forte presença de sincretismo e da influência das religiões afro-brasileiras.
Sendo assim, os especialistas percebem que a maioria da população, apesar de muitas vezes se denominar católica, não tem uma vida ativa dentro da Igreja.
Segundo o último censo feito pelo IBGE em 2010, 64,6% da população se considerava católica, contra 73,6% em 2000. O Brasil ainda é o país que abriga o maior número de católicos do mundo. Enquanto isso, os evangélicos passaram de 15,4% em 2000 para 22,2% em 2010. Contudo, esse rápido declínio é visto também no México, segundo país que mais abriga católicos, onde a queda do número de fieis foi de 88% para 83% da população. Lá os evangélicos também cresceram, mas não na mesma velocidade.
A visita do papa Francisco, que é argentino e conhece bem a realidade dos católicos sul-americanos, é “agenda” para tentar fazer com que a Jornada Mundial da Juventude una os católicos do país.
“Existe um novo modo de relacionamento (com os fiéis) que o papa Francisco está tocando e com isso ele poderá realmente trazer um pouco mais de ânimo para os católicos no Brasil, que ultimamente estavam com a autoestima baixa, em muito por causa dos grandes escândalos.”, acredita o professor Gomes.
A visita papal também deve reforçar os preceitos do documento final da Conferência de Aparecida, realizada em 2007. Na ocasião, um dos redatores foi o cardeal Jorge Mario Bergoglio, o atual papa. O texto tem uma forte mensagem evangelizadora, prega que a Igreja vá até o povo, em vez de esperar que o povo vá à Igreja. Só assim seria possível enfrentar as grandes crises da Igreja, incluindo o avanço dos evangélicos e os escândalos de abusos sexuais.

MT Agora com informações Último Segundo

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.