Header Ads

ATUALIZADAS
recent

PM de Brasília vai poder estudar Bíblia durante trabalho

PMs selecionados para "Tropa de eleitos" terão aulas sobre como criar filhos, educação financeira e papéis do homem e da mulher, tudo com base nos princípios bíblicos.
Cursos oferecidos pela PM do Distrito Federal em parceria com a Universidade da Família vão aplicar conceitos bíblicos nos relacionamentos familiares dos policiais.
A polícia militar do Distrito Federal (PMDF) lançou um polêmico programa educacional para os membros da corporação. Chamado "Programa de Educação Moral", o curso aborda assuntos familiares como casamento, filhos e educação financeira.
Temas comuns e que, por fazerem parte do dia-a-dia dos policiais, seriam perfeitamente normais de serem tratados - se não fosse pelo detalhe de serem oferecidos em parceria com a Universidade da Família, instituição que oferece cursos com base bíblica.
Segundo nota no próprio site da PMDF, um dos objetivos da parceria com a Universidade é o de aplicar princípios bíblicos na educação financeira e no relacionamento familiar dos policiais militares. O curso é coordenado Capelania Militar Evangélica.
A "tropa de eleitos", como foram nomeados os policiais participantes, foi liberada do trabalho durante as aulas - que têm duas horas de duração e acontecem uma vez por semana, por 3 meses. O curso e o material didático não tem custo nenhum para o policial.
São cinco cursos, que já tem mais de 150 inscritos: Como criar seus filhos, Homem ao Máximo, Mulher Única, Aliança e Como chegar ao fim do mês (curso de educação financeira).
À Folha de S. Paulo, a PM afirmou que o curso tem respaldo na lei e não fere o Estado laico.
"A ação da Capelania Militar da PMDF não implica que um policial militar seja liberado de trabalhar para fazer cursos de qualquer religião. O Programa é institucional, não é de uma religião", disse a PM em nota enviada à Folha.

Folha via Exame

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.