Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Relógio do Juízo Final a 5 minutos do apocalipse

O relógio simboliza a vulnerabilidade do Planeta e indica quanto tempo resta aos seres humanos até à sua destruição. Ao longo do último ano, os ponteiros não se moveram e mantiveram-se nos cinco minutos para a meia-noite.
Aquele que ficou conhecido como o "Relógio do Juízo Final" representa, em minutos para a meia noite, quanto tempo resta ao homem até à sua destruição total. Ao longo do último ano, os ponteiros do relógio continuaram fixos nos cinco minutos para a meia noite, posição que mantêm desde janeiro de 2012, refere um artigo hoje publicado pelo jornal espanhol 'ABC' relativo a uma decisão divulgada pelo Boletim dos Cientistas Atômicos no dia 13.
O relógio foi criado em 1947, na Universidade de Chicago, e é um indicador universal da vulnerabilidade do Planeta. De acordo com o Boletim dos Cientistas Atômicos, entidade que o regula, a civilização enfrente riscos permanentes.
Assim, os ponteiros aproximam-se ou afastam-se da meia-noite conforme a situação política, científica e militar no mundo. O comité científico do Boletim realiza, com a ajuda de vários peritos, faz as suas análises e decide se deve avançar, recuar ou manter inalterada a posição dos ponteiros.
Desta vez, os cientistas concluíram que o risco de uma catástrofe tecnológica que destrua a civilização continua alto e, por isso, o relógio contínua a marcar cinco minutos para a meia-noite. Como explicam numa carta enviada ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, os progressos para reduzir a ameaça representada pela evolução das armas nucleares são limitados.
O mais notável, consideram ser o acordo provisório entre os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, França, Reino Unido, Rússia e China), mais a Alemanha e o Irão, no sentido de desenvolver um "plano de ação conjunta" sobre o programa nuclear iraniano.

DN

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.