Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Pregador queniano prevê chuva de insetos sobre o Brasil se a Igreja não se arrepender

Ao desembarcar no Brasil, o pastor queniano David Owuor ficou abismado com o modo de trajar da mulher brasileira. "Se você olhar para o vestido das mulheres, verá que o Brasil foi para o inferno", disse, agregando que o "pecado sexual" da vestimenta é a primeira mancha da igreja brasileira. Ele qualificou o país como "o número um em pecado".
Conhecido como "o profeta da chuva", Owuor apresentou conferências de arrependimento e santidade em Itaborai, no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Campo Grande, de 20 a 26 de março. "Vim para varrer as minissaias, as calças apertadas, as mentiras, falsidade, prosperidade, fumo e bebida", anunciou em concentração no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande.
O queniano também teceu duras críticas à Teologia da Prosperidade. "Não existe um contrato entre o senhor Jesus Cristo que garanta segurança e prosperidade. Não é dê e receba em dobro". São falsos profetas os que pregam a necessidade de enriquecimento, disse.
No Brasil, Owuor alertou para os pecados da igreja e da nação, chamando-as ao arrependimento. A Igreja e seus fiéis, afirmou, "pararam no tempo". Ele criticou os líderes das igrejas que "querem repreender o pecado, mas estão no pecado".
Vestindo sempre roupas brancas, o pregador do arrependimento era médico, atividade que largou para se dedicar ao Evangelho, atendendo, como manifestou, um chamado de Deus. Na África, ele é conhecido como o profeta da chuva, pois pediu água dos céus para irrigar campos secos , contam, e foi atendido em mais de uma ocasião.
Em reunião com pastores a portas fechadas, em São Paulo e em Itaboraí, ele profetizou uma invasão de insetos no Brasil, segundo informou ao Campo Grande News o bispo Carlos Ferreira, 55 anos, um dos coordenadores regionais da visita do queniano. "Ele falou que vem uma grande nuvem de insetos, que vai tomar conta das casas, caso a Igreja e as pessoas não se arrependerem", contou Ferreira.
Organizadores do encontro de Arrependimento em Campo Grande esperavam a participação, na terça-feira, 25 de março, de 50 mil pessoas no Parque das Nações Indígenas. Além do prefeito da cidade, Gilmar Olarte, sua mulher, Andréia, e dois vereadores, o evento reuniu cerca de dez mil pessoas, de acordo com cálculos da Polícia Militar.

ALC

Um comentário:

  1. A profecia foi cumprida Zika Vírus, Dengue, Chickungunya.
    Veja matéria abaixo relatando o cumprimento:
    http://www.arrependetebrasil.org/2016/01/zika-virus-profecia-cumprimento-profeta.html

    ResponderExcluir

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.