Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Ucranianos ortodoxos celebram Natal nesta quarta

A comunidade ortodoxa ucraniana de Apucarana celebra o Natal manhã (quarta-feira - dia 7). Hoje (6), as 19 horas será realizado um momento de oração na Igreja Ucraniana Autocefálica, situada à Rua Oreslau Saviski n° 393, em área limítrofe entre o Jardim São Pedro e o bairro da Igrejinha. Após a oração ma igreja, as pessoas vão às suas respectivas casas para a ceia de Natal.
Os irmão Ivan e Dorotéa Tchopko, grandes incentivadores da cultura ucraniana em Apucarana e região, relatam que diferença da data do Natal Ortodoxo em relação ao Ocidente se deve a diferença de calendário adotado. "Os ortodoxos seguem o calendário Juliano, criado por Júlio César (em 46 a. C.), que tem mais dias (14), e os católicos o calendário Gregoriano, por isso há diferença nas datas", esclarecem.
Eles relatas que, basicamente, a celebração é a mesma: o nascimento de Jesus. "O que muda é o rito, pois Igreja Romana segue uma liturgia mais recente, introduzida pelo Vaticano II, e nós, ortodoxos, mantemo-nos fiéis ao rito bizantino, uma liturgia com mais de 1.300 anos. A nossa liturgia é mais dramatizada, é muito cantada, tem muito movimento".
KOLIADÃ: É quando membros da comunidade visitam as casas de paroquianos entoando canções natalinas, felicitando os membros da residência e desejando que o Menino Jesus abençoe o lar. É uma tradição em ambas as datas - Natal e Páscoa são comemoradas com todo seu ritual religioso.
Ivan Tchopko acrescenta que na Ucrânia e em algumas comunidades ucranianas no Brasil, ainda há o costume de visitar as famílias com um grupo de cantores (kolhidnekê) no período entre Natal até a Teofania (Yordan).
Ele acrescenta que as koliadás (canções de Natal) vêm de uma tradição muito antiga do povo ucraniano, antes mesmo da cristianização da Ucrânia. Essas canções originaram-se do Festival de Inverno, que acontecia pelo fato de os dias se tornarem mais longos. Esta também era a época de se agradecer pela boa colheita. Com a revelação do cristianismo aos antepassados, a maioria das cantigas (koliadás) e rituais foram adaptados.

Publicado em TN online

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.