Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Estado Islâmico liberta 19 cristãos; mais de 200 continuam presos

O Estado Islâmico libertou neste domingo 19 prisioneiros cristãos assírios que estavam detidos na Síria depois de julgá-los em um tribunal sharia, informou um grupo de monitoramento do conflito.
Mais de 200 assírios seguem capturados pelo Estado Islâmico, segundo o Observatório Síria dos Direitos Humanos, com sede no Reino Unido.
O EI realizou no mês passado incursões por mais de uma dezena de povos habitados pela antiga minoria cristã nas proximidades de Hasaka, uma cidade do nordeste do país controlada majoritariamente pelos curdos.
O Estado Islâmico não assumiu a responsabilidade pelos sequestros.
O Observatório segue o conflito utilizando uma rede de fontes em todas as partes envolvidas na guerra civil, que começou depois que forças de segurança utilizaram a violência para reprimir protestos contra o presidente Bashar-al-Assad em 2011.
O Observatório assegurou que, entre os libertados, estão 17 homens e duas mulheres.
O Estado Islâmico matou membros de minorias religiosas e muçulmanos sunitas que não juram obediência ao seu califado. O grupo divulgou em fevereiro um vídeo no qual é possível ver seus membros decapitando 21 cristãos coptas egípcios na Líbia.

Publicado em Reuters Brasil

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.