Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Sandra Annenberg diz que Moisés bíblico foi "abandonado" e recebe críticas nas redes sociais

O “Jornal Hoje” desta quarta-feira (01) causou polêmica ao exibir uma reportagem sobre o caso do bebê encontrado no lixo em Intermares, na Paraíba, e batizado como Moisés por enfermeiras que o atenderam.
Sandra Annenberg explicou que a escolha do nome para a criança foi uma referência ao personagem bíblico que, segundo a âncora, “também foi abandonado pelos pais”.
Nas redes sociais, internautas acusaram o jornalístico de ter errado a informação. “Moisés não foi abandonado pelos pais! Estava sendo protegido por causa do decreto que determinava a morte de todos os bebês hebreus homens”, disse uma seguidora no Twitter.
“O ‘Jornal Hoje’ disse que ‘Moisés foi abandonado pelos pais’. Amiga, até eu que não ‘manjo’ de religião sei que não foi isso”, escreveu outra internauta. “O ‘Jornal Hoje’ errou feio em dizer que o personagem bíblico Moisés foi abandonado pelos pais ainda pequeno”, publicou um terceiro usuário da rede social.
Segundo a Bíblia, Moisés foi colocado em um cesto impermeável por sua mãe, que o depositou no Rio Nilo devido a um decreto do Faraó que condenava todos os recém-nascidos hebreus homens à morte. A atitude de fé de Joquebede foi recompensada quando o bebê foi encontrado por uma princesa egípcia e acabou sendo salvo da morte.
Moisés foi adotado por ela, escapando do destino de escravo para se juntar à nobreza local. Anos mais tarde, ao descobrir sua verdadeira origem, decidiu lutar pela libertação dos hebreus e se viu obrigado a fugir do palácio de Faraó, a quem reencontraria tempos depois exigindo que seu povo fosse libertado.
Com a recusa do soberano, Moisés passou a protagonizar inúmeros milagres que culminaram com a abertura do Mar Vermelho.

Publicado em Fátima News

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.