Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Maior Igreja protestante da França permite benção a casais homossexuais

A principal Igreja Protestante da França adotou neste domingo a possibilidade de abençoar casais homossexuais, após uma votação de seus pastores reunidos em sínodo em Sète, no sul.
Entre as centenas de eleitores, 94 (mais de nove em cada 10) foram a favor da medida e três se opuseram, declarou o porta-voz da Igreja Protestante Unida da França.
Esta decisão ocorre dois anos depois de a França legalizar o casamento gay, a principal reforma social do presidente socialista François Hollande, que continua a suscitar forte oposição dos católicos conservadores.
Até agora, a Missão Popular Evangélica, muito menor do que a Igreja Protestante Unida, era a única Igreja Francesa a autorizar a bênção de casais homossexuais.
A maior igreja protestante do país tem 110 mil membros ativos entre os seus 400 mil fiéis.
O protestantismo é a quarta maior religião na França após o catolicismo, que continua majoritário, o islamismo e o judaísmo.

Publicado em AFP via Estado de Minas

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.