Header Ads



ATUALIZADAS
recent

China permite ordenação de bispo católico após três anos

Cerimônia comprova uma melhora nas relações entre Pequim e o Vaticano. Última ordenação, em 2012, terminou com o novo bispo detido em Xangai.
A primeira ordenação de um bispo católico chinês em três anos aconteceu nesta terça-feira (4), com o consentimento das autoridades comunistas e do Vaticano, em uma cerimônia sob estreita vigilância policial.
Um cordão policial fechou todos os acessos à igreja do Sagrado Coração de Jesus, na província de Henan (centro da China), onde o padre Joseph Zhang Yilin foi ordenado como bispo oficial de Anyang.
A cerimônia, a qual a AFP não teve acesso, comprova um momento melhor nas relações entre Pequim e o Vaticano. A última ordenação, em 2012 em Xangai, terminou com o novo bispo detido.
Designado por Roma, o monsenhor Thaddeus Ma Daqin foi publicamente rejeitado pela Associação Católica Patriótica da China - órgão controlado pelo Partido Comunista, que supervisiona o clero chinês -, e desde então está em prisão domiciliar.
Segundo a agência de notícias católica UCA News, Joseph Zhang Yilin era um dos potenciais bispos aprovados pela Santa Sé, antes de ser eleito pela Associação Católica em abril. Pequim não reconhece a autoridade do Vaticano sobre a Igreja chinesa e criou sua própria organização para controlar o clero católico do país e os locais de culto aprovados pelo Partido Comunista. O país tem 12 milhões de católicos.
Desde a chegada ao poder de Xi Jingping há dois anos, o controle da sociedade civil e das religiões registrou um forte aumento, como demonstra a campanha de destruição e retirada de cruzes protestantes e católicas, e até mesmo a demolição de locais de culto que supostamente violavam a legislação de construção.

Publicado em G1

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.