Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Coreia do Norte mostra pastor canadense confessando crimes a congregação

A Coreia do Norte divulgou nesta segunda-feira imagens em vídeo de um pastor canadense confessando a uma congregação de Pyongyang que cometeu crimes contra o Estado.
Hyeon Soo Lim, da Igreja Presbiteriana Coreana Leve de Toronto, no Canadá, que conta com 3 mil fieis, viajou à Coreia do Norte em janeiro deste ano para uma visita humanitária de rotina e está detido desde fevereiro.
Vestido com um terno azul escuro e se dirigindo a uma pequena congregação, que incluía alguns estrangeiros residentes em Pyongyang, Lim, nascido na Coreia do Sul, falava como quem lê um roteiro.
“O pior crime que cometi foi difamar e insultar asperamente a dignidade maior e o sistema da República”, disse Hyeon aos fieis da Igreja Pongsu, de acordo com o vídeo publicado no site de propaganda semi-oficial Uriminzokkiri.
A Igreja Pongsu é uma das quatro administradas pelo Estado na capital de um país que defende a liberdade de culto, mas na prática a proíbe.
Na semana passada, o pastor de 60 anos apareceu diante da mídia em Pyongyang, quando também confessou crimes com o objetivo de depor o Estado, afirmou a agência de notícias estatal norte-coreana.

Publicado em Reuters via Swissinfo

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.