Header Ads

ATUALIZADAS
recent

“Deus não está brincando”: Daciolo exorta Cunha e bancada evangélica por “lama de corrupção”; Assista

Daciolo disse que se converteu há 11 anos, e que desde então, tem vivido “uma grande transformação”.
O deputado Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, conhecido como Cabo Daciolo (sem partido-RJ), fez um discurso no plenário da Câmara dos Deputados e exortou o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e os demais parlamentares da bancada evangélica.
Daciolo disse que se converteu há 11 anos, e que desde então, tem vivido “uma grande transformação”. Na sequência do discurso, inflamado, o deputado foi objetivo e direto na crítica às denúncias que pesam contra Cunha, que tem reiterado que não irá renunciar ao cargo ou à presidência da Casa, e contra o governo Dilma Rousseff (PT).
“Não achem que esse acordo que está sendo feito, do Planalto com o Congresso Nacional vai cessar o problema de corrupção que está instaurado no nosso país e instaurado no Congresso Nacional”, afirmou. “Ao presidente [da Câmara] Eduardo Cunha: o senhor não está sozinho. O senhor não está sozinho nesta lama de corrupção do nosso país. O senhor não está sozinho como um homem que diz ser evangélico, homem de Deus, envolvido com corrupção. E dizer também a alguns membros da bancada evangélica: vigiem, porque o nosso Deus não é Deus para ficar brincando, e nada está oculto aos olhos d’Ele”, disparou Daciolo.
De Bíblia em punho, o parlamentar fluminense fez referência aos falsos profetas e leu os versículos 17 e 19 do capítulo 2 de Jeremias para Eduardo Cunha: “Não foi você mesma a responsável pelo que lhe aconteceu, ao abandonar o Senhor, o seu Deus? […] O seu crime a castigará e a sua rebelião a repreenderá. Compreenda e veja como é mau e amargo abandonar o Senhor, o seu Deus, e não ter temor de mim, diz o Soberano, o Senhor dos Exércitos”.
Ao final de seu discurso, Daciolo fez uma oração em línguas estranhas, pediu a Deus que jogasse “por terra” tudo que não provém d’Ele e encerrou dizendo que “feliz é a nação cujo Deus é o Senhor”, e repetiu a frase que custou sua filiação ao PSOL: “Todo poder emana de Deus”.

Publicado no GP via Nortão

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.