Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Homem se passa por pastor e furta dois microfones de R$ 4 mil em igreja

Ladrão de 26 anos furtou equipamento de igreja em Várzea Grande.
Ele se apresentou como pastor para conseguir realizar furto e sair andando.
Um homem de 26 anos foi preso neste domingo (24) após se passar por pastor evangélico para conseguir furtar equipamentos avaliados em R$ 4 mil de uma igreja em Várzea Grande, cidade da região metropolitana de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar (PM), ele entrou com tranquilidade na igreja e, após o furto, saiu caminhando do local, mas acabou sendo capturado e preso mais tarde.
Segundo a PM, o homem chegou ao local e se apresentou como pastor evangélico para o segurança da igreja, perguntando se podia assistir ao culto.
Já dentro do templo, o "falso pastor" aproveitou a distração dos fiéis e da segurança para realizar o furto dos equipamentos que estavam no altar. Ele furtou apenas dois microfones, cada um avaliado em R$ 2 mil, e escondeu-os em uma mochila.
O homem, que já tem passagem pela Polícia por porte ilegal de arma de fogo, foi detido quando o segurança percebeu que os microfones haviam desaparecido. O ladrão, que havia saído caminhando da igreja, acabou seguido e capturado pelo vigia. Depois, foi encaminhado para o 4º Batalhão da Polícia Militar, onde os objetos furtados foram encontrados em sua mochila.
Após a descoberta, ele foi levado para a Central de Flagrantes, em Cuiabá. Ainda no domingo, foi levado para o Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC). Ele deverá responder por furto e o inquérito sobre o caso será conduzido pela Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Várzea Grande.

Publicado em G1


Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.