Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Putin compara comunismo com a Bíblia e critica Lenin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, confessou nesta segunda-feira que gosta tanto da ideologia comunista como da socialista, e as comparou com as doutrinas da Bíblia por seus ideais humanistas.
"Elas me agradavam muito e seguem me agradando as ideias comunistas e socialistas. Se olhamos o manual do 'construtor do comunismo" que foi publicado profusamente na União Soviética, lembra muito à Bíblia. Não é uma piada, na realidade, é um extrato da Bíblia", disse Putin, segundo a imprensa local.
Durante um fórum de sua plataforma eleitoral, a Frente Popular de Toda Rússia, Putin lembrou que dito manual incluía ideias muito acertadas, como igualdade, irmandade e felicidade.
"Mas a aplicação prática dessas maravilhosas ideias em nosso país esteve longe do que expunham os socialistas utópicos. Nosso país não se pareceu com a Cidade do Sol", declarou o chefe do Kremlin em Stavropol, no sul da Rússia.
Putin ressaltou que todo o mundo acusou os czares de repressão, mas a construção do Estado soviético começou dessa mesma forma, com repressões maciças.
Além disso, revelou que, "ao contrário de muitos funcionários - eu não fui funcionário, do ponto de vista do partido, já que fui um membro comum e corrente - eu não joguei fora a carteira do partido. Não a queimei".
No fórum, o chefe do Kremlin também criticou o fundador da União Soviética, Vladimir Ilitch Lenin, por pôr em risco a estabilidade do Estado ao conceder a mesma categoria jurídica a todas as repúblicas soviéticas, desde a Rússia até a Ucrânia, o que tachou de "bomba-relógio".
Putin lembrou que Josef Stalin propôs conceder ampla autonomia a cada ente federado, mas sem o direito a abandonar a União, mas Lenin fez o contrário, o que na opinião de Putin condenou mais tarde a URSS à desintegração.
"As fronteiras eram definidas de maneira absolutamente arbitrária e nem sempre justificada. Para a Ucrânia, por exemplo, deram o Donbass", atuais regiões de Donetsk e Lugansk, controladas em grande parte por separatistas pró-Rússia, destacou Putin.

Publicado em Exame


Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.