Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Fiel diz ter sido agredido por pastor em sessão de exorcismo em Jacareí

Culto em igreja evangélica foi na tarde desta quarta (30); polícia investiga.
Igreja Universal informou que vai apurar caso; testemunhas serão ouvidas.
A Polícia Civil investiga uma suposta agressão de um pastor de uma igreja evangélica contra um fiel durante um culto em Jacareí, no interior de São Paulo. A vítima diz ter participado de uma sessão de exorcismo, popularmente conhecida como descarrego, em que teria sido agredido com um soco no rosto. A igreja informou que apura o caso.
A vítima, o auxiliar de limpeza Antônio Marcos de Souza, de 32 anos, contou que foi chamado ao altar e que após ficar inconsciente, durante a sessão na tarde de quarta-feira (30), lembra ter sido contido por dois homens e ter apanhado do pastor.
"Me senti envergonhado por passar por isso, o povo está besta (sic) para um pastor fazer isso. Não sei se deu trabalho para tirar o espírito, mas se ele não tem poder para ser pastor, que não seja", contou ao G1. Cerca de 10 pessoas participavam do culto.
A mãe da vítima, Maria Jasmira Gonçalves, disse que o filho é frequentador da igreja, mas que havia se afastado nos últimos meses. "Ele decidiu voltar ontem porque achava que tinha algo errado, ele queria tirar o 'diabo' do corpo", contou. Ela disse que o filho tem problemas com alcoolismo.
Maria não estava no culto, mas relatou que após o episódio envolvendo ao filho foi avisada e foi à igreja, mas não encontrou o pastor. O filho tinha sido levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) após a suposta agressão.
A reportagem procurou no bairro outros fiéis que teriam participado do culto nesta quarta-feira, mas ninguém foi localizado.
Um funcionário da igreja foi à delegacia na tarde desta quinta-feira, mas não quis dar entrevista. À polícia, ele disse que fiel estaria alcoolizado e que durante uma confusão no templo, o fiel teria batido o rosto em um banco.

Investigação
O delegado responsável pela investigação, Tális Prado Pinto, informou que a partir desta sexta-feira (1º) deve ouvir o pastor testemunhas indicadas pela vítima. Caso seja confirmada a agressão, que o pastor vai responder por lesão corporal, com pena de 3 meses a um ano de reclusão.
"Para confirmar essa lesão, o Marcos vai fazer exame de corpo de delito para identificar o que provocou a lesão", afirmou.

Outro lado
O pastor foi procurado na igreja, não foi localizado e não retornou o pedido de esclarecimento sobre o caso.
A Igreja Universal do Reino de Deus respondeu, por meio de nota, que está apurando o que de fato ocorreu e colaborará com as autoridades no esclarecimento desse lamentável episódio.
"Ressaltamos, apenas, que o citado acusador é reincidente, envolvendo-se em problemas naquela igreja rotineiramente", destacou a nota.

Publicado em G1

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.