Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Bispo defende ensino do Islão nas escolas públicas alemãs

Bispo Heinrich Bedford-Strohm
Chefe da igreja protestante alemã sublinha a importância de jovens muçulmanos crescerem com uma visão crítica sobre a fé.
A crise de refugiados, o crescimento da extrema-direita - que defende o fim dos minaretes e dos véus - e os ataques terroristas em solo europeu têm contribuído para dificultar a relação entre a Alemanha e o Islão.
É neste contexto que o bispo Heinrich Bedford-Strohm, chefe da igreja protestante germânica, veio defender o ensino da religião islâmica em todas as escolas públicas alemãs.
De acordo com o clérigo, essa seria uma forma de os alunos muçulmanos crescerem com uma visão crítica sobre a sua própria religião. "A tolerância, a liberdade religiosa, e a liberdade de consciência são pilares que devem ser partilhados por todos", afirmou Bedford-Strohm em entrevista ao jornal Heilbronner Stimme.
Atualmente, segundo números divulgados pela agência Reuters, vivem na Alemanha quatro milhões de muçulmanos, que representam 5% da população.
Neste momento sete dos 16 estados alemães já oferecem alguma forma de educação islâmica, à semelhança do que acontece com as aulas de religião católica e protestante. O bispo defende que essa oferta deve estender-se a todo o país e que a abertura religiosa contribuirá para fazer com que os jovens sejam menos permeáveis às tentações fundamentalistas.
Uma sondagem recente, publicada neste mês e citada pela Reuters, mostra que quase dois terços da população alemã pensa que não deve existir lugar para o Islão em território germânico.

Publicado em DN


Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.