Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Igrejas alemãs vão oferecer Wi-Fi gratuito para atrair fiéis

A região da ex-Alemanha Oriental é lar do maior número de ateus no mundo, sendo que somente 8% da população afirma acreditar em Deus. Além disso, o cristianismo deve se tornar uma minoria religiosa no país nos próximos 20 anos.
Para reverter essa situação, as igrejas protestantes locais desenvolveram um plano para atrair as pessoas de volta: oferecer Wi-Fi gratuito em todas as igrejas na antiga Alemanha Oriental.
O projeto de distribuir o “Godspots” prevê conectar 220 igrejas em Berlim e expandir para 3 mil igrejas, centros comunitários e instituições religiosas nos próximos meses. A iniciativa também é uma comemoração antecipada do 500° aniversário da Reforma Protestante de Martinho Lutero, que acontece no ano que vem.
“As pessoas não estão menos espirituais do que antes, mas o ponto da Reforma era que a igreja precisa evoluir continuamente”, diz Christoph Heil, porta-voz do projeto. “Queremos mostrar que os edifícios da igreja ainda pode ser locais de encontro para a comunicação."
Se o Godspot atinge o seu objetivo, no próximo ano, a igreja protestante pode se tornar um dos maiores provedores de Wi-Fi aberto em toda a Alemanha.
Apesar de ser uma das nações mais industrializadas e a quarta maior economia do mundo, a Alemanha fica para trás quando se trata de acesso público a conexão Wi-Fi. O país tem cerca de 15 mil hotspots de Wi-Fi livre, o que equivale a um para cada 10 mil pessoas. Em comparação, nos Estados Unidos o número de pontos de conexão por pessoa se multiplica por cinco, enquanto no Reino Unido esse valor é 28 vezes maior.
A culpa disso é uma lei que responsabiliza a pessoa ou empresa que opera um hotspot por qualquer coisa ilegal que alguém faça em sua rede. Por exemplo, se alguém em um café com Wi-Fi gratuito baixa uma música na internet, o dono do estabelecimento pode ser processado por pirataria.

Publicado em Motherboard via Olhar Digital


Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.