Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Pastor é preso suspeito de exercer ilegalmente a medicina em Redenção


O pastor coordenava uma clínica de reabilitação de dependentes químicos. Segundo a Polícia, ele manipulava medicamentos tarja preta.
A polícia prendeu um pastor que coordenava uma clínica de reabilitação de dependentes químicos em Redenção, no sudeste do estado, nesta sexta-feira (28). Ele é suspeito de exercício ilegal da medicina e maus tratos aos pacientes.
O pastor, identificado como Jailson Alves dos Santos, foi preso depois de uma denúncia de que no local, os internos eram vítimas de maus-tratos, tortura, cárcere privado e ameaças.
“Ele utilizava medicamentos tarja preta. Chegava a manipular esse medicamento com outros. Misturava fazendo uso de um pilão de cozinha. Constatamos um local não de tratamento, mas um local para maltratar essas pessoas”, revela o superintendente da Polícia Civil na região, Antônio Miranda.

O local onde funcionava a clínica era dividido em alas femininas e masculinas. Os 20 pacientes internados na instituição foram levados para a delegacia. De acordo com a Polícia, em depoimento eles disseram que eram dopados e amarrados para não fugi.
O pastor vai aguardar a audiência de custodia no presidio da cidade. Depois de prestar depoimento, as pessoas que eram atendidas na clínica foram levadas para casa de parentes. A polícia fechou a clínica preventivamente e acionou o Ministério Público para uma vistoria no local. O G1 não conseguiu contato com o advogado do pastor.

Publicado originalmente em G1

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.