Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Israel é a fonte das informações que Trump revelou à Rússia

Judeus oram no Muro das Lamentações na cidade velha de Jerusalém, em Israel 
A revelação acontece poucos dias antes da viagem do presidente americano ao país.
As informações secretas que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou ao ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, em encontro na Casa Branca na semana passada, teriam sido fornecidas por Israel, informou o jornal The New York Times, que teve contato com uma autoridade americana e um ex-funcionário de Washington familiares com o caso. A informação deve complicar ainda mais o primeiro giro internacional de Trump,que começa na semana que vem e inclui Israel no roteiro.
As relações entre os dois países ficaram tensas depois que um funcionário encarregado de preparar a visita do presidente americano à Israel declarou que o Muro das Lamentações, considerado o local mais sagrado do judaísmo, não pertenceria ao país, e sim à Cisjordânia, ponto nevrálgico no conflito israelense-palestino. O incidente foi relatado pelo jornal local Times of Israel e provocou uma dura reação do governo israelense e obrigou a Casa Branca a retratar-se: “Os comentários sobre o Muro das Lamentações não foram autorizados e não representam a posição dos Estados Unidos e certamente não a do presidente”, afirmou em comunicado.
Israel é um dos aliados mais importantes americanos e fonte de informações no Oriente Médio. A revelação de que o Trump gabava-se de algumas das informações mais sensíveis de Israel para os russos poderia prejudicar a relação entre os dois países. Também levanta a possibilidade de que a informação possa ser transmitida ao Irã, ao aliado próximo da Rússia e principal ameaça de Israel no Oriente Médio.
As autoridades israelenses não confirmaram ser a fonte de informação sobre o possível ataque terrorista. Em comunicado enviado ao jornal, o embaixador de Israel nos Estados Unidos, Ron Derner, reafirmou que os dois países trocam informações de contraterrorismo.

Publicado originalmente em Veja

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.