Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Deputado pede para sair da bancada evangélica: “Maior decepção”


“Fazem alianças que não condizem com homens e mulheres de Deus”, justifica Cabo Daciolo.
O deputado federal Cabo Daciolo (Avante/RJ) vem publicando uma série de vídeos para mostrar sua indignação com a situação do país e, sobretudo, para fazer profecias sobre a queda de Temer e seus aliados.
Ele havia feito um movimento semelhante nas redes na época da discussão sobre o impeachment de Dilma e antes da cassação de Eduardo Cunha. Em outras ocasiões, desafiou os deputados que compõem a Frente Parlamentar Evangélica, mais comumente chamada de “bancada evangélica”.
Na manifestação que fez nesta terça-feira (08), Daciolo decidiu anunciar que pediu ao atual presidente, o deputado Takayama (PSC/PR) que retirasse o seu nome da lista de membros. O parlamentar fluminense, foi além, classificando a bancada de sua “maior decepção” na Câmara dos Deputados.
“O Brasil tem solução: clamar ao Senhor dos Exércitos”, assegurou, para em seguida emendar: “Congresso Nacional? Uma verdadeira quadrilha”. Fazendo perguntas para em seguida responde-las, insiste: “maior decepção? Bancada Evangélica”.
Por isso mesmo, anunciou no vídeo que requereu junto à liderança desse bloco político que retirasse o seu nome e enumerou os motivos para essa decisão: “Falta de compromisso e alianças que não condizem com homens e mulheres de Deus”.
Frisou, contudo, que “existem exceções”, mas que “são raras”. Lembrando que a maioria deles votou a favor do presidente Michel Temer, enterrando o processo que investigaria imediatamente as denúncias de corrupção.
Daciolo disse ainda, referindo-se à bancada, que: “Não podemos fazer aliança com o mundo e eu não vou compactuar com isso. Não faço parte desse grupo”.

A VITÓRIA É NOSSA PELO SANGUE DE JESUS CRISTOJUNTOS SOMOS FORTES IGREJA DO SENHOR!NÃO COMPACTUAMOS COM: Lula, Dilma, Temer, Renan, Aécio, Serra, Bancada Evangélica…Eu, Deputado Cabo Daciolo, desejo de todo o meu coração, que o meu nome permaneça escrito no LIVRO DA VIDA!EU POSSO ESTAR COMO DEPUTADO FEDERAL, MAS NA VERDADE SOU SERVO DO DEUS VIVO E NÃO ESTOU À VENDA!GLÓRIA A DEUS!“Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem…” Jeremias 17:5“Bendito o homem que confia no Senhor…” Jeremias 17:7Vamos continuar clamando ao SENHOR!JUNTOS SOMOS FORTESNEM UM PASSO DAREMOS ATRÁSDEUS ESTÁ NO CONTROLEPosted by Deputado Cabo Daciolo on Tuesday, August 8, 2017

Como lhe é característico, empunhou durante todo o tempo uma Bíblia. Finalizou pedindo que a Igreja brasileira interceda pelo país e que “eles vão cair”, referindo-se ao atual governo.
Frisou no pequeno texto que acompanha o vídeo: “Não compactuamos com: Lula, Dilma, Temer, Renan, Aécio, Serra, Bancada evangélica…”. Logo abaixo, um outro aviso: “Eu posso estar como deputado federal, mas na verdade sou servo do Deus vivo e não estou à venda!”
As críticas à postura da bancada vêm aumentando desde que a maioria de seus membros apoiou o presidente Temer. Diferentemente do ano passado, quando a bancada se reuniu e anunciou publicamente através de nota os motivos pelos quais defendia o afastamento de Dilma Rousseff. A postura do presidente Takyama tem sido não divulgar os movimentos “em bloco”, possivelmente por que a pauta não era unanimidade entre seus membros, como ficou claro na votação.

Publicado originalmente em GP

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.