Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Presente a CLT, não há impedimento para vínculo empregatício entre autoridade e instituição religiosa


O Juízo da 39ª Vara do Trabalho de São Paulo reconheceu o vínculo empregatício entre um bispo e a igreja evangélica onde pregou durante 15 anos. Em decorrência da sentença, a instituição religiosa deverá pagar ao bispo o saldo de salário, férias vencidas simples e em dobro, décimo terceiro salário, FGTS de todo o período trabalhado e restituição de contribuição compulsória e ministerial que lhe era imposta.
De acordo com depoimentos, a igreja funcionava como uma empresa, possuindo gerente, diretor financeiro e auxiliares administrativos. Além disso, o bispo recebeu valores mensais, não podia ser substituído, desempenhava sua função com habitualidade e respeitava uma hierarquia.
Para o juiz Diego Cunha Maeso Montes, responsável pelo caso, nada impede o vínculo empregatício entre autoridade religiosa e instituição religiosa, desde que estejam presentes os elementos previstos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Veja a decisão aqui.

Publicado originalmente em Amo Direito via Andre Mansur

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.