Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Bloco da igreja Bola de Neve estreia no carnaval carioca


Em site, nota aconselha sabedoria na escolha da fantasia para o desfile em Copacabana.
Há 12 anos, a igreja evangélica Bola de Neve resolveu misturar carnaval e religião no litoral paulista. Com 24 templos só no estado do Rio e sede em 26 países, a igreja que surgiu em 1999 em São Paulo com um público que inclui muitos surfistas estreia no carnaval carioca. O grupo pretende levar milhares de pessoas às ruas de Copacabana na segunda-feira, dia 12. Ano passado, 20 mil fiéis desfilaram em Santos.
— Levar o samba para dentro da igreja foi um paradigma quebrado por outros grupos cristãos e pela conversão de ícones como Bezerra da Silva e Waguinho — diz um dos fundadores do bloco, o pastor Eric Vianna.
No sonho de levar sua bateria para o Rio. Vianna afirma que a igreja fez todos os caminhos legais. Para começar, procurou a prefeitura (“fomos muito bem recebidos e orientados’’) no cadastramento dos blocos. Sobre o prefeito Marcelo Crivella, que é pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, Vianna diz que não houve convite formal da prefeitura. E garante que o bloco não conta com patrocínio.
— Seria uma honra receber autoridades públicas e religiosas da cidade no nosso bloco — afirma o pastor. — Não solicitamos nem recebemos qualquer verba pública. Também não tivemos apoio privado de patrocinadores
A organização promete mais de 24 horas de batuque. Antes da concentração, haverá culto numa casa de shows na Barra, no domingo. Após o desfile, o grupo segue para a Acadêmicos da Rocinha, onde músicos gospel se apresentam até a meia-noite.

JESUS CRISTO SUPERSTAR
Os organizadores garantem que o dinheiro dos custos veio da venda do que chamam de “veste de louvor’’, espécie de abadá religioso. A camiseta com desenhos de super-heróis, uma referência ao samba-enredo, “Jesus é meu super-herói’’, custa R$ 30.
A vestimenta dos fiéis é uma questão levada a sério. Em sua página na internet, a igreja aconselha que o participante “tenha sabedoria na hora de escolher o que vestir”. A dica vem após um lembrete de que o “carnaval é marcado por um espírito de sensualismo e vulgaridade”.

Publicado originalmente em O Globo

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.