Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Partido Comunista da China destrói templo católico


A ONG International Christian Concern (ICC), que monitora a perseguição aos cristãos em todo o mundo, afirma que em 17 de julho, mais de 70 policiais e operários demoliram a Igreja Católica Liangwang, na província de Shandong, China.
Ela era uma igreja sancionada, ou seja, aprovada pelo Estado e tinha registro legal desde 2006. Três zeladores, Gao Rongli, Zhang Siling e Li Xiangmei, que estavam dentro da igreja, tiveram seus celulares confiscados e destruídos, antes de serem expulsos do prédio. Dentro de 15 minutos ela foi demolida por escavadeiras e homens com picaretas.
Embora seja comum que o governo chinês destrua igrejas por diversos motivos, o fato de essa ser um grande templo católico e com registro, pode indicar uma radicalização do Partido Comunista, que, sob o presidente Xi Jinping, tenta impor o ateísmo.
Outra igreja católica perto de Xi’an, na província de Shaanxi, foi demolida à força em dezembro passado, apesar de ter todas as permissões necessárias para o uso do templo.
Gina Goh, líder regional da ICC, disse: “A mão de obra desproporcional usada para demolir essa igreja mostra que a China teme os cristãos. O governo sabia que a demolição em nome do zoneamento urbano sofreria com resistência, por isso tomou medidas extremas. Apesar dos constantes esforços para intimidar a Igreja com ações como essa, o governo não pode destruir a fé e a resiliência dos cristãos chineses”.

Publicado originalmente em Verdade Alagoas
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.