Header Ads



ATUALIZADAS
recent

O negócio lucrativo das "mega-igrejas" pentecostais da Nigéria


As igrejas pentecostais são extremamente populares na Nigéria. E estão cada vez mais ricas, graças aos lucrativos negócios paralelos. Mas os críticos acusam estas "mega-igrejas" de se aproveitarem da fé das pessoas.
"O cerco do desemprego acabou na vossa vida, o cerco da estagnação dos negócios, da frustração na vossa vida, chegou finalmente ao fim".
O "evangelho da prosperidade", de David Oyedepo, é hipnotizante. E a multidão parece beber cada uma das suas palavras. São 50 mil pessoas – "lotação esgotada" na Igreja da Fé Viva, nos arredores de Lagos, a terceira maior igreja pentecostal do país.
Muitos não conseguiram um lugar nesta mega-igreja. Estão cá fora, a ouvir Oyedepo atentamente. Levantam as mãos para o céu, em sinal de devoção, esperando que as suas orações sejam ouvidas. Este é apenas um dos muitos pastores nigerianos que prometem mudanças positivas.

Patrimônio multimilionário
David Oyedepo, que se auto-intitula bispo, sabe o que é que faz mais falta à população da Nigéria: estabilidade e empregos. Já o patrimônio do pastor está avaliado em 128 milhões de euros. Muitos dos seus seguidores querem ser como ele. E isto "é perigoso", diz Francis Falako, professor de Estudos Religiosos na Universidade de Lagos. "Tudo gira em torno do pastor e a tendência é focarem-se no pastor e não em Deus. O estilo de vida do pastor e não de Cristo torna-se o objetivo", explica.

Cartaz com a imagem de Oyedepo dá as boas-vindas aos novos membros.
Os fiéis anseiam por prosperidade, no país com o maior número de pessoas a viver em pobreza extrema em todo mundo. A Nigéria, palco de instabilidade devido à violenta campanha dos extremistas islâmicos do Boko Haram há quase uma década, vive uma recessão económica.
O Governo promete mudanças, mas o país é assombrado pela má gestão e corrupção em massa. Neste cenário, o número de igrejas pentecostais aumenta. Há pelo menos 500 na Nigéria - algumas com filiais no estrangeiro. Os nigerianos voltam-se para a fé, quando a confiança no Governo diminui.

"Mega-eventos" religiosos
A Nigéria é um dos países mais religiosos do mundo: cerca de 50% do país é muçulmano. Estima-se que haja 80 milhões de cristãos e que, destes, cerca de metade seja membro de uma igreja pentecostal.
Não é fácil encontrar a entrada da Igreja da Fé Viva, situada num enorme campus com parques de estacionamento, uma universidade privada e uma escola. Equipas de "boas-vindas" recebem as dezenas de milhares de fiéis.
Mas os órgãos de comunicação são olhados com desconfiança. É o que acontece com a câmara da DW. Um segurança segue cada um dos nossos passos. Mesmo assim, conseguimos assistir a esta missa perfeitamente coreografada. Dentro da igreja, a multidão começa por ser reservada, mas depois a música ganha intensidade, chegando a todos os cantos do edifício e do campus, com megafones.

O negócio da fé
As pessoas já não conseguem estar sentadas, quando o pastor finalmente aparece. Oyedepo é aplaudido como uma celebridade. É neste momento de absoluta devoção e êxtase que enormes cestos amarelos são passados pela sala para recolher doações.
Lá fora, também se aceitam oferendas. E os cestos enchem-se rapidamente. As pessoas acreditam que quanto mais dinheiro derem, maior será o crescimento da sua própria riqueza.

Membro da Igreja da Fé Viva recolhe doações durante o culto.
Depois do culto, há muitas outras formas de gastar mais dinheiro. Que tal uma garrafa de azeite por 5 dólares? Num país com um salário mínimo de 50 dólares por mês, é uma pequena fortuna. A vendedora explica que este é um óleo muito especial, porque foi abençoado: "Quando acreditas e usas o óleo, ele cura doenças, cura qualquer coisa, pessoas foram curadas do HIV usando apenas este óleo".
Os críticos condenam estes negócios. As igrejas pentecostais prometem salvação económica, prometem soluções. E isso vem com um preço, diz o professor Francis Falako, sublinhando que a fé das pessoas está a ser explorada. "A maioria destes pastores não está lá para servir, está lá para enriquecer. Se questionas algumas das suas práticas, citam a Bíblia para sustentarem a sua visão e dizem que Jesus não era pobre", afirma o professor.
As igrejas estão isentas de impostos. E com o aumento da pobreza extrema, alguns políticos querem alterar isto, gerando muitas críticas daqueles que acreditam que a mudança positiva só é possível através da fé – e não do Governo.
A Igreja da Fé Viva já planeia a expansão e quer construir uma nova igreja na Nigéria com um altar giratório e 100 mil lugares sentados.

Daniel Obinim tinha 40 anos quando criou um império com a Igreja Internacional Caminho de Deus. Numa entrevista recente, ele disse que Jesus deu-lhe 20 residências e 16 carros de luxo. Obinim construiu três das maiores igrejas do Gana. O pregador foi preso por agredir um jornalista e dois jovens que foram pegos a namorar na frente da uma das igrejas.
Em África, as igrejas evangélica, pentecostal e carismática estão a atrair muitos seguidores. De acordo com o instituto de pesquisa norte-americano Pew Research Center, havia mais de 3 milhões de evangélicos no Gana no ano 2000, e mais de cinco milhões em 2015. Pentecostais e carismáticos somavam 6,5 milhões em 2000 e cerca de 10 milhões em 2015.
As ruas do Gana estão repletas de cartazes e anúncios de igrejas. Muitas delas são atualmente administradas por apenas um profeta ou um pastor.
Os líderes de igrejas no Gana são poderosos. Seus sermões viajam longe e não se limitam aos cultos de domingo e do meio da semana. Há canais de TV e na internet que alcançam um grande público, muito além das suas próprias congregações. Esta foto foi tirada nos bastidores de um show em direto na TV OB, do pastor Daniel Obinim.
Cada igreja, da maior a menor, tem um enorme sistema de som. A música é tocada em volume alto e faz parte de todos os cultos, seja no domingo, seja durante as celebrações noturnas no meio da semana. O barulho pode ser insuportável para quem não está acostumado e para quem mora ou trabalha por perto.
A juventude é uma parte importante da igreja. As igrejas evangélicas, pentecostais ou carismáticas têm semelhanças: uma leitura literal da Bíblia, a ênfase na riqueza e no bem-estar, um forte compromisso de espalhar o Evangelho, a fé num poder divino para curar doenças e ferimentos, e uma crença em milagres.
O rádio é muito importante para os pastores e profetas. Há programas de rádio todos os dias em diferentes estações. Nesta foto, dois assistentes do profeta Nigel Gaise estão prestes a ir ao ar às quatro da manhã. Gaise administra uma igreja chamada Ministério Profético do Verdadeiro Fogo. Ele é conhecido por fazer previsões sobre política e dar notícias sobre celebridades.
Publicado originalmente em DW
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.