Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Paquistão: Marido de Asia Bibi diz que família corre perigo de vida


Ashiq Masih gravou um vídeo a pedir ajuda para sair do país

O caso de Asia Bibi, ilibada pelo Supremo Tribunal paquistanês da pena de morte por blasfémia, ganhou novos contornos internacionais. Ilibada e ordenada a sua libertação, Bibi não foi libertada devido a protestos muçulmanos nas ruas do Paquistão. O marido, Ashiq Masih, garantiu num vídeo que a sua família corre perigo de vida. “Por favor ajudem-nos, corremos perigo no Paquistão”, disse Masih. “Estamos agora a viver sob um crescente sentimento de medo.”

As palavras foram dirigidas ao presidente dos EUA, Donald Trump, e à primeira-ministra britânica, Theresa May, para que os ajudem a sair do país. O perigo parece ser tão grande que o advogado de Bibi, Saiful Malook, já abandonou o país.

A decisão do Supremo enfureceu os muçulmanos mais radicais. Milhares foram para as ruas protestar, com as autoridades a terem dificuldade em controlar as multidões. Para pôr cobro aos protestos, o governo paquistanês acordou com o partido Tehreek--i-Labaik, de orientação muçulmana radical, acusar Bibi de tentar fugir do país após a sua libertação em troca de paz social. O governo foi acusado de ceder aos extremistas.

“Tínhamos duas opções: ou usávamos a força, e quando é usada morrem pessoas e isso não é algo que o Estado deva fazer, ou tentávamos negociar, e nas negociações damos e recebemos algo em troca”, disse o ministro da Informação paquistanês, Fawad Chaudhry, à BBC.

Bibi esteve nove anos presa depois de ser condenada à pena de morte por blasfemar contra o profeta Maomé, mas o Supremo ilibou-a. Bibi é cristã e ter-se-á recusado a converter-se, com um grupo de mulheres a acusarem--na de ter ofendido o profeta. Insultar a figura de Maomé é punível com a morte no país.

Publicado originalmente em Sol

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.