Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Exposição na Espanha reúne exemplares da Bíblia em 1600 idiomas


Pere Roquet, um banqueiro aposentado de Andorra, começou, em 1995, a colecionar exemplares da Bíblia Sagrada em todos os idiomas possíveis. A notável coleção já tem 1600 exemplares, cada um em um idioma diferente. "Tenho volumes de idiomas isolados. Na coleção há um Novo Testamento em yagan", explicou Roquet.
A língua a qual faz referência está quase extinta oficialmente, com uma única falante conhecida: Cristina Calderón, de 91 anos no povoado chileno de Villa Ukika. "Nestes 25 anos recompilando estes volumes me dei conta de que onde há homens, há Igreja", comentou Roquet. "Muitos são os pedidos das pessoas, mas os missionários sempre estão por trás, com esse grande trabalho de inculturação que realizam os cristãos ali onde vão".
"Um missionário italiano, o Padre Franco Moretti, me presenteou o Novo Testamento em idioma turkano, um idioma nilótico oriental falado por quase um milhão de pessoas. Aí começou esta coleção". Mas o objetivo não é simplesmente recompilar volumes, mas a iniciativa cobrou um sentido evangelizador. "Queria que a gente fosse até onde chega o trabalho da Igreja de difundir a Palavra de Deus, até os lugares mais remotos que se possam imaginar".
Entre os exemplares mais notáveis se encontra uma Bíblia em coreano editada para atravessar a fronteira da Coreia do Norte em balões dotados de dispositivos GPS e burlar a proibição estatal. A Bíblia não tem capa para não expôr os fiéis perseguidos. A Palavra de Deus consegue sempre superar a perseguição, como o representa o caso da Rússia, "onde houve um ateísmo militante durante 75 anos, mas de onde já me chegaram Bíblias em 89 idiomas diferentes", indicou o banqueiro.

Publicado em Gaudium Press

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.