ATUALIZADAS
recent

PM resgata três crianças torturadas em ritual religioso contra Covid-19


De acordo com a denúncia, o ritual consistia em rezar em volta das crianças, posicionadas de pé em frente às cruzes, no quintal da casa

Três crianças que estavam sendo torturadas em ritual religioso contra Covid-19 foram resgatadas pela Polícia Militar do Pará, na última-feira (14). O caso ocorreu na comunidade de Vila do Treme, no município de Bragança, nordeste do Pará.

De acordo com informações da polícia, a cerimônia que envolvia as crianças teria como objetivo acabar com a pandemia de Covid-19. Na prática, um grupo de pessoas rezavam em volta de crianças, que ficavam cobertas por um pano branco e posicionadas em pé em frente a uma cruz. 

As crianças, que eram irmãos de 1, 8 e 11 anos, envolvidas no caso foram resgatadas pelo Conselho Tutelar e encaminhadas para cuidados em um abrigo.

A conselheira Rosa Quemel, que recebeu a denúncia de um morador da comunidade, explica que houve bastante resistência da família no momento da chegada da polícia e os moradores estavam revoltados. "Só conseguimos resgatar três crianças na hora do sufoco. Um bebê de 1 ano e três meses era o que mais estava sofrendo com essa situação. A família não queria que a gente tirasse a criança porque estavam fazendo uma espécie de reza. Só que a criança chorava muito de fome e de sede, assim como as outras", detalhou.

A Polícia Civil está investigando o caso com maus-tratos e informou que novas diligências serão realizadas a partir dos depoimentos coletados para apurar o caso e identificar todos os envolvidos. A corporação não confirmou a prisão de nenhum dos envolvidos.

Último Segundo

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

Tecnologia do Blogger.